Bem Vindo ao Blog de Fco. Santos - PI

Bem Vindo ao Blog de Fco. Santos - PI
Mate a sua saudade da Nossa Terra

DÔE PARA O BLOG DE FRANCISCO SANTOS - PI

terça-feira, 9 de março de 2010

Francisco Miguel de Moura, artigo sobre biblioteca em Francisco Santos


BIBLIOTECA, LIVROS DE GRAÇA

Francisco Miguel de Moura*


O título acima lembra os versos do célebre poeta Castro Alves, tirados do poema “O Livro e América”: Oh! Bendito o que semeia / Livros, livros à mão-cheia.../ E manda o povo pensar! / O livro caindo n’alma / É gérmen – que faz a palma, / É chuva – que faz o mar.”

Com estes versos, mais a coragem e a cara, proponho aos habitantes da cidade de Francisco Santos – PI que vejam a possibilidade de criar sua biblioteca pública. Não se admite, hoje em dia, a existência de uma comunidade de cerca de 10 mil habitantes que não possua uma biblioteca para as pesquisas, o estudo e a leitura necessários. E para o lazer que a literatura proporciona. Não obstante vivermos na era digital. Acontece que nem todo mundo está ligado à internet, por uma série de problemas, e, mesmo que 100% dos seus habitantes tivessem acesso ao computador, ainda assim a biblioteca seria (e é) necessária. Quantas bibliotecas possui a capital e as grandes cidades? Assim, os francisco-santenses devem pedir, solicitar, requerer, como for melhor, a criação de sua biblioteca, ao poderes públicos. E não é coisa difícil não, gente. Basta falar com o prefeito e com os vereadores reunidos na Câmara Municipal, onde devem aprovar uma lei criando a Biblioteca que terá o nome de um escritor ou intelectual nascido em Francisco Santos. Sugiro o nome de “Biblioteca Miguel Borges de Moura – Guarani”.

Falemos, agora, nos livros. Minha biblioteca particular vai ser desfeita brevemente, por razões pessoais que posso expô-las noutra noutra oportunidade. Já doei cerca de 400 volumes à Biblioteca do Conselho Estadual de Cultura – Teresina. Deixa que eu ainda possuo aproximadamente 1.000 a 1.500 livros para doação. Poderia doar esses livros todos para a Biblioteca de Santo Antônio de Lisboa – PI, uma vez que o responsável por ela já me pediu. Porém, me dói na alma, sendo filho legítimo de Francisco Santos, PI, do tempo em que ainda se chamava Jenipapeiro, deixar minha terra privada desse importante acervo litero-cultural.

Cícero, pensador romano, disse certa vez: “Uma casa sem biblioteca é como um corpo sem alma.” Nossa casa maior, Francisco Santos, não pode nem deve ficar sem esse altar ao saber que é a biblioteca. “Tudo o que existiu e existe no mundo está no livro, nas bibliotecas”. Este pensamento, embora não ipsis literis, é de um filósofo francês, cujo nome minha memória fez-me o desfavor de esquecer. Mas há também o mais importe, porque de um escritor brasileiro e nosso editor pioneiro, homem de pensamento e ação, o grande Monteiro Lobato: “Um país se faz com homens e livros.” Pronto basta de citações. De filosofias. Vamos à ação. Vou entrar em contato com algumas pessoas ligadas a mim, residentes em Francisco Santos, para que preparem o caminho. Brevemente estarei indo lá, onde moram minha irmã, meu tio, muitos sobrinhos, primos, primas e outros parentes, quando então vamos agenciar entrevistas com o prefeito e com os vereadores, com as pessoas mais importantes culturalmente, de modo especial professores, diretores de colégio, intelectuais e artistas, com esperança de que este nosso projeto vingue. Pretendo, ademais, que ele não seja uma coisa isolada. Isto é, que muitas outras cidades próximas ou distantes de minha terra sigam o exemplo. Não é de hoje que promovo o assunto biblioteca. Muitas de minhas proposições no Conselho Estadual de Cultura, onde militei por mais de uma década, foram em torno de livros, casas de cultura e bibliotecas. Sobre o assunto e suas particularidades tenho falado também em palestras, entrevistas, jornais e em outros meios de comunicação. E, para finalizar, acrescento que, no meu entendimento, deveria existir uma lei federal que exigisse, por antecipação, de cada povoado, vila ou comunidade aspirante ao grau de cidade, fundar sua biblioteca – sendo esta uma condição sine qua non para a instalação da prefeitura e sua administração.

__________________________

*Francisco Miguel de Moura, escritor, membro da Academia Piauiense de Letras, da UBE (União Brasileira de Escritores – SP) e da IWA (International Writers and Artists Association) – Estados Unidos.

6 comentários:

  1. Quero parabenizar o primo e amigo Chico Miguel pela brilhante ideia da criaçào de uma biblioteca em Francisco Santos. O nome poderia ser escolhido dentre tantos vultos de nossa cidade. Tio Miguel seria uma boa escolha. Sugiro o nome do meu avô Francisco Rodrigues de Sales, o conhecido Chodó, a pessoa que mais leu e escreveu nesta cidade. Peço a população que indique outros nomes para que a escolha seja feita democraticamente. Estarei aí na Semana Santa e procurarei encontrar-me com o Chico, o prefeito municipal e vereadores para dar um ponta-pé inicial nesta ótima iniciativa. Estou disposto a doar alguns livros e ajudar na criação da biblioteca. Francisco Santos já merece um local apropriado para pesquisa e leitura.
    Atenciosamente,
    João Erismá de Moura - Brasília-DF

    ResponderExcluir
  2. veja ai do que e´ capaz o prefeito de quijingue- BA ( QUE SO GANHA PORQUE COMPRA VOTOS ) DR.JOAQUIM MANOEL DOS SANTOS ,conterraneos de vcs .VEJAM ACESSEM : http://www.youtube.com/watch?v=cDVU2AogUaE

    ResponderExcluir
  3. Quem foi este imbecil que postou este vídeo. Um video que não quer dizer nada pra nossa comunidade. Qualquer um pode colocar o que quiser, fazer um edição.
    E o que que tem a ver com a futura biblioteca de Francisco Santos com a campanha politica de quijingue na bahia.

    Este sim, um caso a ser tomado providencia. Parabenizo Chico Miguel pela cobrança e pela idéia de se colocar uma biblioteca em Francisco Santos.
    Miguel Guarani é uma ótima sugestão.

    ResponderExcluir
  4. Nazarré Rodrigues-PCPR-Teresina Pi15 de junho de 2010 19:11

    Parabéns antonio Joé, pelo blog, interessantissimo sua idéia de criá-lo,pois assim será divlgado noso tão querido cantinho,para nó conterraneos, ou quem sabe alguns que nos conhecem e têm curiosidade(no bom sentido) de conhecer mais sobre nossa terra.
    PARABÈNS ao amigo CHICO MIGUEL, pela brilhante idéia da BIBLIOTECA, pela boa vontade,para conosco,
    É importantissimo uma em qualquer lugar, imagine então uma na nossa cidade tão necessária.
    Também desejo fazer doação de livros,quando essa já estiver encaminhada, inclusive ano passado(2009) enviei inúmeros livros para ser distribuido nas escolas na qual a diretora tivesse interesse, não sei quem ficou finalmente.
    Adoro ler, qundo garota ainda na extinta biblioteca da CENEC, com Dona Helena organizando, eu já era leitora assidua, o livro de rgistro de empréstimo tem mais nomes meu de que qualquer outro leitor.Leitura por hobbee,já li mais de 1.0000 livros,tenho até a relação de título,autor e ano que lí até o ano 2004, então perdi umas páginas e ultimamente não tenho mais anotado. Fico à disposição para ajudar na doação de livros. Nazaré Rodrigues
    Teresina PI, 15 junho 2010, ( PCPR)

    ResponderExcluir
  5. Nazaré Rodrigues-PCPR15 de junho de 2010 19:17

    Também acho merecedor o nome indicado, de CHICO MIGUEL, é nosso conterraneo, escritor, e com a maior boa vontade de inaltecer -nos com a doação de seu acervo.
    Sou admiradora desse e já li uns 12 livros dele.

    ResponderExcluir
  6. Nazaré Rodrigues15 de junho de 2010 19:23

    Muitissimo aceito também a sugestão do nome de CHODÓ, PAIDÓ, um homem culto á nossa época, esclarecido, inteligente, que também é um dos nossos patriarcas familiares, ressaltando o gosto pela leitura e tantos escritos de sua autoria.Nazaré Rodrigues

    ResponderExcluir

Muito Obrigado pela sua visita volte sempre e continue comentando no Blog!